"ela acreditava em anjos, e porque ela acreditava eles existiam"

Arquivo para novembro, 2010

Estranho Amor…

 

Tão estranho a forma de amar,
amamos e sentimentos ciúmes,
ciúmes bobo, muitas vezes inconveniente.
Amamos e sentimos medo,
um medo de um dia estar só, de que a pessoa amada siga em viagem sem lhe presentear com uma passagem para o mesmo lugar.
Amamos e sentimos raiva,
raiva de não sermos entendidos, como se a pessoa amada tivesse a obrigação de ter o dom da premonição, e pudesse nos compreender pelo menos naquele momento que mais estamos chateados.
Amamos e sentimos muitas vezes rejeição,
pelo simples fato de não ser notado o novo corte de cabelo, a nova roupa, a nova investida.
Amamos e nos tornamos loucos,
loucos pela felicidade a dois, um mundo colorido feito para apaixonados.
Loucos pela vida, como se o hoje fosse um dos dias dos milhões que ainda viveremos.
Tão estranho a forma de amar,
Somos muitos em um só, muitos sentimentos, muitos desejos, muitos planos…
Não quero dominar o amor, quero que o amor nos domine.
Pois amor que é AMOR, é tudo… é certeza, é companhia, é amizade, é paixão, é criança, é eterno.
Tão estranho esta forma de amar,
que me perco até nos versos mais simples de um poema,
pois tem tantas formas de se escrever sobre o amor, algumas simples outras complexas,
mas todas com o mesmo sentido,
que o amor tudo supera.

(autor desconhecido)

Anúncios

Novidades

Meninas….Tive uma idéia…um quadro novo aqui no blog….

É o seguinte:sempre,uma vez na semana vocês poderão enviar por e-mail(love-suri@hotmail.com) uma dúvida sobre o amor….tiipo”eu gosto de menino tal,mais ele gosta de outra o que fazer”?!entendem?!mais claro preciso saber se vocês aprovam….Estou querendo deixar o blog mais interessante….Então o nome do quadro irá ser”dúvida de garota”!Espero que vocês tenham gostado da idéia!


essa irá ser a foto do quadro!

 

Beijos!

 

Por: Bárbara C.morais


Será

Que você vai me apoiar quando eu mais precisar‘?!


Você me faz sentir culpada!

É o culpado por eu te amar tanto,

É o culpado por eu te querer tanto,

É o culpado por eu querer respirar o mesmo ar que você respira,

Por eu me apegar excessivamente a você,

Por deixar meu coração quase saindo pela boca por querer saber se você me ama tanto quanto eu te amo,

É o culpado porque não sei quando estou bonita o suficiente pra você,

Se você gosta de mim pela pessoa que eu sou e não pelo que não sou,

Do sorriso discreto que sempre tento dar quando desajeitadamente olho pra você,

E principalmente você é o culpado por eu não conseguir te esquecer!

Mais sabe… Gosto de me sentir culpada por tudo isso… Porque se não fosse você não teria motivo suficiente pra escrever o tamanho (desculpa mais não dá pra dizer uma medida exata) do amor maravilhoso que sinto por você e por me sentir tão culpada ao ponto de ti querer!

Poema feito por:Bárbara C.Morais

OBS: O poema não está lá essas coisas toda,mais foi porque bateu a inspiração e foi o que veio em mente…..